Colégio Guarulhos

Ensino Médio e Técnico

Ensino Médio

Este é o momento de o aluno consolidar sua personalidade e decidir o futuro profissional. É uma etapa da educação que deve estar afinada com a contemporaneidade, com a construção de competências básicas e com o aprimoramento do aluno como pessoa, incluindo a formação ética e o desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamento crítico.

No Ensino Médio do Colégio Guarulhos, o aluno aprende novas habilidades e acompanha as constantes mudanças que caracterizam a produção no nosso tempo. Atividades de pesquisa, trabalho em conjunto, competência comunicativa, aprendizado colaborativo e participação em projetos sociais são exemplos de uma formação crítica, ética e empreendedora que o aluno recebe para o desenvolvimento de suas competências, para continuar aprendendo, de forma autônoma e crítica, em níveis cada vez mais complexos de estudos. Mais do que cumprir requisitos escolares, o aluno do Colégio Guarulhos é levado a empregar o conhecimento adquirido para enfrentar situações do dia-a-dia.

Ensino Técnico em Informática

Seja na iniciativa privada ou na esfera pública, seja como autônomo ou contratado, o técnico em informática pertence a uma categoria de profissionais de grande aceitação no mercado, já que trabalha não apenas em atividades diretamente ligadas ao seu segmento, mas também naquelas conexas, presentes em praticamente todas as atividades econômicas. Não será diferente para o profissional habilitado pelo Colégio Guarulhos, já que o desenvolvimento de web sites se vale da mesma lógica de aceitação.

O Curso Técnico em Informática do Colégio Guarulhos busca capacitar o aluno a atuar nas diversas etapas que caracterizam o desenvolvimento e manutenção de web sites, independente de sua finalidade:

  • Destinados a aplicações corporativas, seja para fins expositivos (como na apresentação de dados institucionais, na exibição de folders, na divulgação de programações), seja para funções mais complexas, como na captação de dados dos mais diversos (currículos, reclamações, inscrições) e nas interações entre fornecedor e cliente (B2B, B2C, C2C).
  • Serem empregados como veículos de comunicação, desde jornais, revistas e agências de notícias (mantidos por corporações da área), até iniciativas mais modestas, como os blogs (normalmente capitaneados por indivíduos ou grupos de interesse comum e específico).
  • Como substitutos de aplicativos, tais como processadores de texto, planilhas eletrônicas, editores de imagem, softwares de correio eletrônico, agendas etc.
  • Voltados para a armazenagem de informações em bancos de dados, possibilitando o catálogo e o resgate de registros (inclusive de áudio, vídeo ou imagens), em aplicações como sites de busca, catálogos online e aplicações colaborativas wiki.
  • Destinados à comunicação mútua entre os usuários da Internet, categoria na qual se encontram os chats, os fóruns de discussão, os sites de relacionamento e as redes sociais.
  • Como portais, ou seja, elementos agregadores, num único local na Internet, de conteúdos e serviços que, embora diversificados, têm uma finalidade ou segmento em comum.

Para ser capaz de atender a tão diversificadas possibilidades, além daquelas que surgirão no futuro, o egresso do curso deve dominar toda a cadeia de produção de um web site, sendo capaz de atuar em suas diversas fases:

  • planejamento de etapas e ações de trabalho;
  • estruturação de projeto;
  • seleção de recursos de trabalho;
  • desenvolvimento;
  • implantação (publicação);
  • manutenção;
  • treinamento;
  • o suporte técnico pós-implantação.

O domínio técnico do egresso deverá permitir a execução de uma gama de tarefas e atividades que contribuam na viabilização do desenvolvimento e manipulação de web sites, dentre as quais:

  • a instalação e configuração de computadores (atuando em regime stand alone ou integrando redes de dados), periféricos e softwares;
  • a identificação da origem de falhas no funcionamento de computadores, periféricos e softwares, a partir da avaliação de seus efeitos;
  • a seleção de programas de aplicação, a partir de avaliação das necessidades próprias e dos usuários;
  • a identificação de arquiteturas de redes, seus meios físicos, dispositivos e padrões de comunicação, reconhecendo as implicações de sua aplicação nos mais diversos ambientes, como a Internet, intranets e extranets;
  • a seleção e o emprego de estruturas de dados na resolução de problemas computacionais, aplicando linguagens e ambientes de programação no desenvolvimento de web sites;
  • a coleta de dados, insumos para o desenvolvimento de projetos de web sites;
  • a documentação técnica de sistemas básicos para ambiente web e web sites estruturados;
  • o teste modular, durante o desenvolvimento e pré-publicatório, realizado junto ao usuário solicitante;
  • a identificação da necessidade e desenvolvimento de treinamento;
  • a montagem de estruturas de banco de dados.

O curso também estimulará o egresso a se desenvolver e aprimorar-se em alguns fatores comportamentais e empreendedores, tão importantes quanto o domínio da cadeia produtiva de web sites, como:

  • a constante atualização técnica;
  • o raciocínio lógico;
  • a criatividade;
  • a flexibilidade;
  • a iniciativa;
  • a expressão por escrito, por imagens e oralmente;
  • a receptividade;
  • o trabalho em equipe;
  • o sigilo profissional;
  • o controle da ansiedade, agindo em momentos apropriados para a viabilização de dado objetivo.
 

Portal do Aluno

Portal do Professor

Social Feed